Limites entre Arte e Design

A separação do que é Arte e o que é Design é uma questão muito debatida há tempos e que gera diferentes opiniões e pensamentos acerca do assunto pelo mundo todo.

Diferencia-los e separa-los é difícil porque apesar de terem propósitos e origens diferentes, assemelham-se no imaginário das pessoas em geral por seus desdobramentos durante a História e por isso acabam por sempre caminharem juntos. O ideal é que tenhamos conhecimento dos pontos em que se diferenciam, mas sabendo que sempre estarão lado a lado, complementando-se.

A Arte tem sua origem desde os primórdios da existência humana como forma de uma das primeiras manifestações de expressão de ideias, sensações, sentimentos, conhecimentos e comunicação.

Animais representados na Caverna de Chauvet, na França. Em geral consideradas as mais antigas pinturas rupestres

Animais representados na Caverna de Chauvet, na França. Em geral consideradas as mais antigas pinturas rupestres.

 

Para produzir uma arte não é preciso necessariamente possuir um propósito, sua função consiste na representação simbólica do universo humano de acordo com a visão do artista. Já no Design, é necessário que se possua um propósito para a criação. Todo o processo é pensado de acordo com o seu objetivo, ou seja, existem algumas regras a se seguir, fato que não se vê na Arte em si. O artista produz suas obras a partir de inspirações, não existem regras para a concepção de uma obra de arte.

A concepção que temos hoje em dia de Arte, não existia até a chegada do capitalismo. A Arte deixou de ser vista pelo seu valor de uso e passou a ser encarada também como um bem de consumo, um objeto comercial.

Já o Design não possui uma história definida, dado a sua abrangência, e acaba por misturar-se com a história do uso material. Considerando o Design como a execução de uma ideia ou objeto planejado, podemos cronologicamente considerar o início dessa prática na criação das ferramentas pelo Homo Habilis.

Ferramentas de pedra polída . Período pré-histórico. Encontradas em Chiang Saen, Tailândia.

Ferramentas de pedra polída . Período pré-histórico. Encontradas em Chiang Saen, Tailândia.

 

A partir da Revolução Industrial entre 1760 e 1830, com a necessidade de adequar à Industria qualquer objeto produzido, padronizando a produção, o Design passa a ser considerado como Desenho Industrial. Para muitos técnicos sobre o assunto, esse é o início da história do Design.

Padronização da produção na Revolução Industrial

Padronização da produção na Revolução Industrial

 

Já o Design Gráfico teve seu início com as primeiras peças gráficas, os cartazes, que eram produzidos com o objetivo de chamar a atenção do público das cidades europeias do séc. XIX para espetáculos e casas de entretenimento, eternizados pelas obras de Jules Chéret, pioneiro nesse tipo de peça gráfica.

 

Conforme foram acontecendo os diferentes movimentos estéticos na Arte, o Design acabava absorvendo cada um desses movimentos, criando suas próprias variações. De 1925 a 1939 por exemplo, o Art Déco influenciou desde o design interior até o cinema. E por si teve suas influencias advindas da arte, por movimentos como o Cubismo do séc. XX.

Influências da Art Déco no Design Gráfico Brasileiro

Influências da Art Déco no Design Gráfico

 

Hoje o Design leva como bagagem as relações que estabeleceu em cada período da história. Apesar de continuar ligado à construção de ferramentas, estas ferramentas abrangem, além do uso, a geração de informação.

Os Irmãos Campana, designers brasileiros com reconhecimento internacional, sendo uns dos poucos com peças no acervo do MoMA, em Nova Iorque, são famosos por produzirem objetos que são ao mesmo tempo funcionais e artísticos, ou seja, um ótimo de exemplo de que Arte e Design podem e devem caminhar juntos, a fim de complementarem um ao outro.

A Cadeira Vermelha foi responsável pela introdução dos Irmãos Campana no cenário internacional

A Cadeira Vermelha foi responsável pela introdução dos Irmãos Campana no cenário internacional

 

E você o que pensa sobre os limites entre a Arte e o Design?