Os avanços do Google e a privacidade: limites da publicidade digital

O uso de ferramentas do Google para a publicidade tornou-se basicamente obrigatório para grande parte das empresas. Aqui no blog, inclusive, já escrevemos sobre a importância de uma delas, o Google Meu Negócio.

O sucesso desses recursos do Google faz com que eles sejam constantemente atualizados, e a empresa garante oferecer meios para que os anúncios sejam cada vez mais “certeiros”. Porém, conforme as novidades chegam, mais se questiona o quanto a privacidade dos consumidores – e prospects – é realmente preservada.

Um exemplo está em um novo avanço divulgado pela empresa. Segundo eles, compras em lojas físicas começaram a ser monitoradas para checar a efetividade dos anúncios online. Mas como?

Isso preferem não responder. Afirmam, na verdade, que é justamente para preservar a privacidade dos usuários, e que nem o próprio Google sabe a identidade das pessoas em questão. A única função revelada a respeito do sistema é que as informações vêm do cruzamento dos dados de todos as plataformas do Google utilizados pelo consumidor – como o Youtube, o Google Maps e a Play Store – com suas transações do cartão de crédito.

ec-cash-1750490_1920

Em uma palestra recente no evento anual Google Marketing Next, funcionários do Google apresentaram outras ferramentas que também vão a fundo nas informações dos usuários. Uma delas é o Google Attribution, que, entre outras funcionalidades, pode detectar todo o “caminho” do processo de compra do consumidor, mesmo que este tenha sido feito em diversos dispositivos. Ele busca entender, por exemplo, como se deu a decisão de compra de alguém que pode ter começado com uma busca no celular, se aprofundado no produto através de um tablet e realizado a transição final no computador. Novamente, frisaram que a empresa respeita a vida particular dos usuários.

att
Foto: Vídeo “Google Ads, Analytics and DoubleClick Announcements Keynote”, no Youtube

Outro ponto a se destacar dessa palestra é o serviço Live Events, voltado para anunciantes no Youtube. A ferramenta busca identificar, através das buscas de cada usuário, os momentos específicos da vida pelos quais as pessoas estão passando – por exemplo detectando aqueles que estão prestes a se casar ou se formando na faculdade – e direcionar os anúncios certos a eles.

Aqui na JAL, não é segredo que a gestão da comunicação dos nossos clientes é feita com muito auxílio de ferramentas do Google – fundamentais para a administração dos sites e para anúncios na busca. Porém, sempre buscamos ser éticos e respeitar o espaço dos consumidores. Sabemos que, mesmo com o sigilo garantido pela empresa, o consumidor pode se sentir exposto e desconfortável ao saber do uso dessas técnicas, e é por isso mesmo que consideramos importante sempre expor e debater as novidades.